.

29 novembre 2014

I benefici e le controindicazioni del ginkgo biloba



 Il ginkgo biloba è un albero ed ha una vita molto lunda e può vivere addirittura per 1000 anni ed è dal 2600 a.C che l'uomo conosce ed usufruisce dagli effetti benefici di questo albero soprattutto per quanto riguardava la cura dell'asma e della bronchite.

I suoi frutti producono un aroma molto forte e i suoi semi non possono essere consumati poiché tossici. Le foglie invece sono medicinali e fanno parte dell'erbario tradizionale della medicina cinese.

Il ginkgo è oggetto di studio anche della medicina tradizionale ed alcuni dei suoi effetti sono già stati riconosciuti come ad esempio i benefici per la circolazione e per il sistema nervoso, infatti la presenza dei flavonoidi (antiossidanti) e dei terpenoidi aiuta a mantenere sane le cellule nervose, il muscolo cardiaco, i vasi sanguigni e le cellule della retina, e soprattutto mantiene vispa la memoria.

Comunque secondo studi scientifici l'azione combinata dei diversi attivi promuove la vasodilatazione e la riduzione della viscosità del sangue, riduce anche la densità dei radicali liberi di ossigeno dai tessuti nervosi incrementando il supplemento sanguigno cerebrale.

I ginkgolidi B inibisce la formazione della PAF (fattore aggregante piastrinico) che sarebbe un una fattore che attiva la formazione di aggregazioni piastriniche. In altre parole il PAF sarebbe una sostanza infiammatoria coinvolta in diversi disturbi infiammatori, cardiovascolari e respiratori.

Il ginkgo esercita azioni neuroprotettive, e antipoptotiche e studi fatti su adulti umani ha dimostrato che l'ingestione di 180 mg/gg di ginkgo per 6 settimane in adulti oltre i 55 anni ha migliorato la velocità del processo cognitivo e della memoria. I volontari di età tra i 30 e i 59 anni hanno avuto benefici per quanto riguarda la memoria e l'attenzione (quest'ultimo fattore è stato ancora più visibile tra gli adulti più giovani).

Il gingko combatte anche la stanchezza e lo stress, le labirintiti, la depressione, prevenire i problemi alla retina e il glaucoma, combatte le malattie all'apparato respiratorio,  evita le vertigini e l'invecchiamento precoce ed aiuta a migliorare i comportamenti sociali.

CONTROINDICAZIONI:

Non deve essere usato da chi assume farmaci anticoagulanti, antiaggreganti piastrinici, diuretici, trombolitici, aspirina (acido acetilsalicilico), ticlopidina,  epilessia, gravidanza, allattamento e bambini. Non va consumato insieme all'aglio.

 Potete trovare il ginkgo biloba nelle erboristerie, parafarmacie e farmacie sotto forma di tavolette o pasticche oppure le foglie essiccate per l'infuso.

Questo testo ha solo scopo informativo, per maggiori informazioni chiedetele al vostro medico.




Ginkgo Biloba é uma árvore que pode viver até mil anos e já há muito que os seus efeitos são conhecidos pois desde 2600 AC que se encontram descrições de benefícios na asma e bronquite.

Os seus frutos produzem um aroma muito forte e possuem no interior uma semente que não deve ser consumida pois há relatos de intoxicação. Os efeitos medicinais que estão amplamente descritos provêm de extratos das folhas. Na medicina tradicional chinesa o Ginkgo Biloba é amplamente usado e a investigação científica já é tanta que o seu uso se dispersou pelo mundo.


Para que serve?

Muitos são os estudos que mostram os efeitos benéficos do Ginkgo Biloba.
Os principais efeitos descritos são a nível da circulação sanguínea (em todo o corpo) e memória.
Há mais de 40 compostos descritos mas, os efeitos devem-se essencialmente aos flavonóides e terpenóides presentes nas folhas. Os flavonóides enquanto antioxidantes protegem  as células nervosas, músculo cardíaco, vasos sanguíneos e células da retina; os terpenóides melhoram a circulação sanguínea através da dilatação dos vasos sanguíneos e da redução da viscosidade do sangue. - See more at: http://www.esmeraldazul.com/pt/blog/ginkgo-biloba-uma-ajuda-para-manter-vitalidade-mental/#sthash.pXX6TlJw.dpuf
Ginkgo Biloba é uma árvore que pode viver até mil anos e já há muito que os seus efeitos são conhecidos pois desde 2600 AC que se encontram descrições de benefícios na asma e bronquite.

Os seus frutos produzem um aroma muito forte e possuem no interior uma semente que não deve ser consumida pois há relatos de intoxicação. Os efeitos medicinais que estão amplamente descritos provêm de extratos das folhas. Na medicina tradicional chinesa o Ginkgo Biloba é amplamente usado e a investigação científica já é tanta que o seu uso se dispersou pelo mundo.


Para que serve?

Muitos são os estudos que mostram os efeitos benéficos do Ginkgo Biloba.
Os principais efeitos descritos são a nível da circulação sanguínea (em todo o corpo) e memória.
Há mais de 40 compostos descritos mas, os efeitos devem-se essencialmente aos flavonóides e terpenóides presentes nas folhas. Os flavonóides enquanto antioxidantes protegem  as células nervosas, músculo cardíaco, vasos sanguíneos e células da retina; os terpenóides melhoram a circulação sanguínea através da dilatação dos vasos sanguíneos e da redução da viscosidade do sangue. - See more at: http://www.esmeraldazul.com/pt/blog/ginkgo-biloba-uma-ajuda-para-manter-vitalidade-mental/#sthash.pXX6TlJw.dpuf
Ginkgo Biloba é uma árvore que pode viver até mil anos e já há muito que os seus efeitos são conhecidos pois desde 2600 AC que se encontram descrições de benefícios na asma e bronquite.

Os seus frutos produzem um aroma muito forte e possuem no interior uma semente que não deve ser consumida pois há relatos de intoxicação. Os efeitos medicinais que estão amplamente descritos provêm de extratos das folhas. Na medicina tradicional chinesa o Ginkgo Biloba é amplamente usado e a investigação científica já é tanta que o seu uso se dispersou pelo mundo.


Para que serve?

Muitos são os estudos que mostram os efeitos benéficos do Ginkgo Biloba.
Os principais efeitos descritos são a nível da circulação sanguínea (em todo o corpo) e memória.
Há mais de 40 compostos descritos mas, os efeitos devem-se essencialmente aos flavonóides e terpenóides presentes nas folhas. Os flavonóides enquanto antioxidantes protegem  as células nervosas, músculo cardíaco, vasos sanguíneos e células da retina; os terpenóides melhoram a circulação sanguínea através da dilatação dos vasos sanguíneos e da redução da viscosidade do sangue. - See more at: http://www.esmeraldazul.com/pt/blog/ginkgo-biloba-uma-ajuda-para-manter-vitalidade-mental/#sthash.pXX6TlJw.dpuf

Nessun commento:

Powered By Blogger | Template Created By Lord HTML